O projeto Aquamundam irá dotar o município de Noia de tecnologias Smart Water para uma gestão mais sustentável do ciclo da água

No município de Noia, que foi selecionado por Augas de Galicia, será implementada a plataforma que incorpora as tecnologias GIS e IoT para o uso de informações georreferenciadas em tempo real.

Os trabalhos anteriores incluem a recolha de dados da rede de abastecimento e saneamento do município, com mais de 100 km de condutas

Serão instalados sensores para medir os parâmetros operacionais que, juntamente com um sistema de gestão de incidentes, melhorarão a resposta a anomalias

 

O projecto Aquamundam lançará em Noia, município costeiro da Galiza, um dos pilotos do sistema de informação para a gestão integrada do ciclo da água que está a ser desenvolvido. A plataforma de controlo e administração de abastecimento, saneamento e tratamento em que o consórcio se encontra a trabalhar, será implementada no município de Noia que, após o interesse demonstrado, foi escolhido por Augas de Galicia – o que contribuirá para uma maior eficiência em a exploração desses serviços.

Para implantar o sistema de informação, os seguintes trabalhos de campo serão realizados:

  • Levantamento de dados e levantamento topográfico
  • Instalação do sensor

Uma vez que a informação tenha sido adquirida e os dispositivos de monitoria instalados, o sistema de informação para a gestão integrada do ciclo da água será implementado, o que permitirá, entre outros:

  • Gestão patrimonial de infraestruturas
  • Monitoria em tempo real
  • Gestão de incidentes
  • Análise de custo
  • Ligação com ferramentas de modelação matemática da rede de abastecimento e saneamento

 

Captura de dados e levantamento topográfico

Durante os próximos meses, os elementos da rede de abastecimento e saneamento do Noia serão digitalizados, para sua posterior inserção na plataforma web GIS do Aquamundam. A sua incorporação a este sistema de informação possibilitará uma melhor gestão patrimonial das infraestruturas, a resolução antecipada de incidentes ou uma modelação matemática mais ágil, entre outros benefícios.

 

Instalação de sensores

Dentro da estrutura do projeto, a instalação de dispositivos para a medição em tempo real de parâmetros relevantes na operação da rede, tais como taxas de fluxo, níveis, etc., está contemplada. Toda a sua informação será lançada em tempo real para a plataforma, que conseguirá tanto fazer a análise desta informação quanto para a configuração de alarmes em caso de eventos anômalos, encurtando o tempo de resposta na resolução de incidentes.

 

Funcionalidades do sistema de gestão integrada

A plataforma desenvolvida no projeto Aquamundam e implementada em Noia, dispõe de funções que facilitam o trabalho dos encargados da gestão do abastecimento, saneamento e depuração e integrará funções como:

  • Consulta às características dos componentes georreferenciados das redes de distribuição de água potável, recolha e tratamento de águas residuais, através da tecnologia GIS (Sistema de Informação Geográfica).

Ferramentas IoT (Internet das coisas) para o tratamento de dados observados pelos sensores instalados na rede, permitindo o reconhecimento em tempo real dos parâmetros da operação, a configuração de alertas e a análise gráfica de todas as informações.

  • Gestor de incidências relativas aos serviços da água, com a rastreabilidade de todo o processo de resolução.
  • Conexão com o software da rede de abastecimento e saneamento, de forma que põem em evidência o desempenho real ou estudar o seu desempenho mediante outros pressupostos como a extensão e melhoria dos sistemas existentes.
  • Módulo de Análise de Custos relacionados com a gestão dos serviços da água, com ferramentas de cálculo das suas principais dimensões.