Avançam os trabalhos de monitorização do pântano artificial de Flores de Ávila

As tarefas de monitorização permitem comparar os níveis de rendimento de depuração das diferentes espécies de plantas

A técnica PCR servirá para identificar a atividade desnitrificante das comunidades microbianas que crescem nas células do pântano

O novo pântano de fluxo horizontal construído em Flores de Ávila como piloto do projeto Aquamundam está operacional e a sua monitorização foi iniciada. O objetivo deste piloto é comparar se a passagem de água através de cinco células com a mesma espécie comum de junco (Phragmites australis) ou através de cinco células com cinco espécies diferentes tem o mesmo efeito de purificação.

Foram recolhidas amostras para medir os parâmetros da água à entrada e saída do caudal. Entre outros, foram medidos pela Confederação Hidrográfica do Douro (CHD): Carência Bioquímica de Oxigénio (CBO), Carência química de oxigénio (CQO). Por outro lado, CARTIF começou a realizar o tratamento de amostras das diferentes células com o objetivo de estudar a diversidade microbiana que eles apresentam. Estas foram entregues à equipa do ICTHIOS que, juntamente com a equipa técnica da CHD, é responsável por fazer o trabalho de campo no pantanal.

Uma das maneiras de remover poluentes no pantanal, como o excesso de nitrogênio das águas residuais, é através da ação de microorganismos que crescem nas células. O objetivo é estudar as comunidades microbianas que proliferam em células povoadas por diferentes espécies vegetais e comparar seus efeitos na purificação da água. Para isso, CARTIF usará a técnica de PCR para identificar as diferentes espécies que apresentam atividade desnitrificante, entre outras.

Após receber o material das diferentes áreas húmidas (mistura de água e solo), a parte sólida foi separada do líquido por meio de centrifugação e a parte sólida foi congelada para extrair subsequentemente o DNA genómico total (gDNA) da microbiota presente no solo.

A extração do gDNA foi realizada seguindo um protocolo para extração de DNA do solo e, após a conclusão do processo, a sua concentração e integridade foram verificadas por meio de eletroforese em gel de agarose. Essas técnicas consistem em quebrar a parede celular bacteriana e assim extrair o seu DNA. Então é verificado se aquele foi efetivamente extraído através da coloração desse DNA, o qual é observado com luz UV e um gel de agarose. Este gel é submetido a uma corrente elétrica e aproveitando o fato de o DNA ser carregado negativamente – o que faz com que ele se mova através do gel em direção ao polo positivo – é assim observada uma banda de DNA.

Durante as próximas semanas, as análises de identificação das atividades metabólicas das comunidades microbianas serão realizadas usando PCR quantitativo (qPCR). Essa técnica é baseada na identificação de genes característicos das bactérias que realizam essas atividades e o resultado do qPCR permitir-nos-á comparar se esses genes existem e quanto são expressos, ou seja, se as bactérias presentes na amostra realizam essas atividades de descontaminação. de águas residuais.

Entre as principais atividades metabólicas, serão estudadas as relacionadas ao metabolismo de nitrogênio e enxofre. A expressão de vários genes envolvidos nessas vias, que são comumente usados ​​como marcadores de deteção de bactérias nitrificantes e desnitrificantes presentes em áreas húmidas, será medida.

Os resultados obtidos contribuirão para a comparação da eficiência de purificação das duas linhas paralelas (controlo e experimental) da zona húmida.